A geração distribuída (GD) é um dos ramos de negócio do setor elétrico que mais crescem em todo o País, especialmente em Minas Gerais. Para se posicionar de forma mais relevante nesse mercado, a Cemig criou a Cemig Geração Distribuída S. A. (Cemig GD), uma nova subsidiária da companhia. Minas Gerais já lidera o mercado de geração distribuída, com 7.100 instalações e uma potência de 112.175 kW, o que representa 20% das instalações e 26% da potência total do Brasil. Quando considerado todo o território nacional, os números chegam a 41.217 e 510 MW, respectivamente. A expectativa é que, nos próximos dois anos, sejam atraídos entre R$ 600 milhões a R$ 750 milhões em projetos da GD em Minas Gerais.

“A geração distribuída está crescendo a um ritmo maior do que aquele que se previa ao final de 2017, particularmente em Minas Gerais. É um sinal de que a concorrência está bastante acirrada para aproveitar as melhores oportunidades que o Estado oferece”, afirma o diretor presidente da Cemig GD, Tarcísio Andrade Neves. JORNAL DE NOTÍCIAS MONTES CLAROS, SEXTA-FEIRA, 9 DE NOVEMBRO DE 2018 MONTES CLAROS - 5 De acordo com Neves, a subsidiária vai atuar em parceria com a iniciativa privada. A meta é implantar, nos próximos dois anos, 250.000 kW em geração distribuída, assumindo uma posição relevante no novo negócio.