O governo do Estado se empenha para tentar resolver a pendência financeira com as prefeituras, herdada do governo Fernando Pimentel. Para tanto, uma força-tarefa foi criada para organizar a situação financeira do Estado. O governo de Romeu Zema, do Novo, criou uma comissão com a Associação Mineira de Municípios (AMM) para definir cronograma de pagamentos às prefeituras. A dívida do Estado com os municípios é de R$ 12,3 bilhões.

Além disso, para ajudar no pentefino que está sendo feito nas contas do Estado, o governador também reconduziu aos cargos, nessa terça-feira, através de publicação no Diário Oficial, 35 funcionários exonerados da Secretaria de Estado da Fazenda. As dispensas foram feitas no último dia da gestão de Fernando Pimentel.