A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) inicia, na próxima terça-feira (12/2), força-tarefa para fiscalizar in loco as barragens de 142 usinas hidrelétricas até maio, em 18 Estados, além do Distrito Federal. Entre as unidades que passarão por pente-fino estão a Usina Hidrelétrica de Irapé (Cemig), entre Grão-Mogol e o Vale do Jequitinhonha; a Represa de Machado Ribeiro (Horizontes Energia S.A.), entre Águas Vermelhas, Ninheira; e Divisa Alegre; e a Usina Hidrelétrica de Três Marias (Cemig), em Três Marias, de interesse de vários municípios do Norte de Minas, como Pirapora, Buritizeiro, Ibiaí, entre outros. As três barragens têm classificação B, categoria de risco Baixo e Dano Potencial Alto.

Após a primeira etapa, a Agência estenderá, entre maio e o fim de dezembro, a inspeção presencial a todas as barragens de hidrelétricas classificadas como “Dano Potencial Alto”, até totalizar 335 empreendimentos vistoriados no ano. É importante destacar que “Dano Potencial Alto” é uma classificação que diz respeito à área afetada pela usina – se é densamente povoada, por exemplo – e não às suas condições estruturais. Em reunião realizada na terça-feira (5) com as agências reguladoras estaduais conveniadas de São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás, a Aneel definiu como será realizada a fiscalização.