Em parceria com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e com a subsidiária Axxiom, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) desenvolveu um novo sistema computacional que agiliza as conexões entre micro e minigeradores de energia à sua rede de distribuição. A empresa é pioneira na iniciativa e já lidera, no cenário nacional, o número de unidades consumidoras com geração distribuída, colocando Minas Gerais como o Estado que mais tem consumidores produzindo a própria eletricidade.

O Sistema de Análise de Geração Distribuída (SISGD), desenvolvido a partir do programa de P&D Aneel, é voltado para o mercado de concessionárias de distribuição de energia elétrica e permite sistematizar a avaliação dos impactos nas redes de distribuição de média e baixa tensão da Cemig assim que um consumidor solicitar conexão com a sua geração distribuída. "O SisGD opera em ambiente web, integrado aos sistemas corporativos de gerenciamento de redes da Cemig, associados ao cadastro da rede de distribuição, de maneira a prover soluções a todos os níveis da engenharia", explica Henrique Costa, engenheiro da Cemig e gestor do projeto.