O presidente da AMM, 1º vice-presidente da CNM e prefeito de Moema, Julvan Lacerda, acompanhado do 2º tesoureiro da entidade e prefeito de Periquito, Geraldo Martins Godoy, se reuniu com o presidente do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG), conselheiro Mauri Torres, com o objetivo de solicitar o adiamento, para 2021, do Pedido de Reexame n. 924154.

Conforme entendimento do TCE, a partir de janeiro de 2019, as despesas com pessoal do Programa Saúde da Família (PSF), pagas com recursos decorrentes de transferências intergovernamentais obrigatórias, devem ser computadas como gastos de pessoal do ente federado que realizou as despesas.