O Registro dos Saberes, Linguagens e Expressões Musicais das Violas em Minas Gerais completou um ano nessa segunda-feira (10/ 6). E para celebrar essa data, o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG) lançou o Caderno do Patrimônio – publicação dedicada a valorizar e promover bens culturais protegidos – e documentário dedicado às violas. Concluído em dezembro de 2018, o Caderno do Patrimônio reúne fotografias, textos e trechos de entrevistas coletadas ao longo da pesquisa realizada pelo Iepha-MG. A publicação sobre as violas está disponível no site do Iepha-MG (www.iepha.mg.gov.br).

Já o documentário foi elaborado ao longo do ano de 2018, tendo como conteúdo entrevistas com violeiros, violeiras e fazedores de diversas regiões de Minas Gerais, bem como momentos festivos em que as violas estão presentes, tais como as Folias, o Congado, a Catira e as Rodas de Viola.

Também são contempladas no filme as trajetórias de alguns dos principais nomes da viola em Minas Gerais: Tião Carreiro, natural de Monte Azul, Zé Coco do Riachão, de Montes Claros, e Renato Andrade, de Abaeté/MG. O documentário está disponível no canal do Iepha-MG no Youtube.