A partir deste mês, a região ampliada de saúde do Norte de Minas passa a contar com três novos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs), 23 novos credenciamentos de laboratórios de próteses dentárias, cinco novas Equipes de Saúde da Família (ESF), 24 novas Equipes de Saúde Bucal (ESB) e 22 novos Agentes Comunitários de Saúde (ACS). As novas conquistas estão asseguradas por portarias publicadas no dia 1º de julho pelo Ministério da Saúde. Em todo o País, elas viabilizaram o credenciamento de mais 9.987 equipes e serviços de atenção primária em 1.208 municípios.

O objetivo é ampliar e qualificar o atendimento prestado à população, com mais consultas, procedimentos, exames e medicamentos. Segundo o Ministério da Saúde, para expandir a cobertura das equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF), o investimento será de R$ 233,7 milhões neste ano e de quase R$ 400 milhões a partir de 2020. Em Minas Gerais, estão sendo credenciadas 917 novas equipes ou serviços de atenção primária, incorporação de 587 agentes comunitários de saúde, 46 equipes de saúde da família, 132 equipes de saúde bucal, 18 polos de academia da saúde, cinco equipes de saúde prisional, 11 centros especializados em odontologia e 118 laboratórios de próteses dentárias.