Na última terça-feira (9/7), a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) e a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP) assinaram um Termo de Descentralização de Crédito Orçamentário (TDCO) para a promoção da atenção à saúde no sistema prisional. Entre as unidades contempladas estão o Presídio Regional de Montes Claros e a Penitenciária de Francisco Sá. O recurso superior a R$ 14,8 milhões será utilizado para custear ações que promovam melhorias na prestação de serviços básicos de saúde de 22 unidades prisionais habilitadas no Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (CNES). 

O objetivo é contribuir para o controle e redução dos agravos mais frequentes que acometem a população carcerária. O secretário de Estado da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, General Mário Lucio Alves de Araújo, reforçou a importância do momento. “Esses recursos, oriundos da União e disponibilizados pela Secretaria da Saúde, serão aplicados na melhoria de instalações de saúde do sistema prisional. Nosso objetivo é atender melhor a população carcerária, que exige e necessita de atendimento especializado de saúde”, frisou o montes-clarense. 

“Temos certeza de que esse recurso será bem aplicado e também esperamos que traga uma melhoria para a população carcerária. A função da Secretaria de Saúde é exatamente essa, de estimular a saúde no Estado”, afirmou o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral Pereira da Silva.