A deputada Leninha defendeu a manutenção de políticas públicas diferenciadas para áreas menos desenvolvidas. De acordo com a parlamentar, o banco sofre ameaças que podem afetar a sua capilaridade e a sua capacidade operacional. “O assunto não está encerrado nessa reunião. Precisamos enfrentar esse desafio pelo semiárido”, disse. 

Para o deputado Doutor Jean Freire, do PT, as colocações apresentadas na reunião mostram uma tentativa de desmonte do BNB. “Deveríamos lutar por mais recursos”, declarou. Ele propôs que seja construída uma rede de parlamentares em apoio à instituição. 

O deputado Virgílio Guimarães disse que o debate é muito oportuno porque põe em relevo a realidade do Banco do Nordeste e o seu papel nos estados em que atua, inclusive Minas Gerais. “O Estado não recebe influência do Nordeste, ele também é o Nordeste pela sua formação. Minas Gerais é um estado síntese do Brasil”, disse.